23 de set de 2010

“Mulher na política é fundamental para a democracia”, diz Regina Perondi

O Portal de Notícias Ijuhy.com entrevistou a Candidata à Presidente da Executiva Nacional do PMDB Mulher, Regina Perondi. Ela fala sobre a participação das mulheres na política.
Sexta-feira, 19 de Fevereiro de 2010

Regina Perondi é Candidata à Presidente da Executiva Nacional do PMDB Mulher. Ela falou sobre a importância da participação da mulher na política.
A Candidata à Presidente da Executiva Nacional do PMDB Mulher, Regina Perondi, falou ao Portal de Notícias Ijuhy.com sobre a importância da participação das mulheres na política.
“A participação da mulher na política é fundamental para a consolidação da democracia, quer dizer que se todos são iguais em deveres e direitos as mulheres têm o mesmo direito de participarem ativamente da política nos seus partidos, como candidatas, como transformadoras da realidade política”, destaca.
De acordo com Regina, o trabalho do PMDB Mulher cresceu muito nos últimos tempos. “Nós temos conquistado uma melhor visibilidade dentro do partido e uma das nossas lutas é que existam mais mulheres atuando dentro do partido”, disse.
Um ponto destacado por Regina foi a Convenção Nacional do PMDB Mulher que acontecerá no dia 20 de março e reunirá as delegadas dos estados. “Estamos nos preparando para receber nossas companheiras e termos uma bela Convenção”, destaca.
Como propostas para o PMDB Mulher, Regina destacou a continuação do sistema de reuniões da Executiva que acontecem quatro vezes ao ano, a continuação do jornal que sai de três em três meses, além de promover oficinas e avançar nos Estados em que se precisa desenvolver melhor o trabalho do PMDB Mulher.
Outro ponto destacado por Regina Perondi foi a Reforma Eleitoral que foi sancionada pelo Presidente Lula em setembro de 2009.  “Essa reforma representa avanços para as mulheres na política. É importante que os partidos fiquem atentos para as questões de que: 5% do Fundo Partidário deve ser reservado para o trabalho com as mulheres dos partidos; 10% da propaganda institucional no rádio e na televisão  deve ser destinado para as mulheres do partido e os partidos devem preencher a lista de candidatos com 30% de mulheres”, disse. Ela ainda disse, que esta lei já está em vigor.
Para finalizar, Regina deixou um recado para as mulheres que ainda não participam da política. “Há muitas formas da mulher participar da política, seja ajudando numa campanha política, seja se interessando pelo que os governantes estão fazendo, seja acompanhando o  trabalho que os vereadores desenvolvem, e até mesmo saber o que acontece no seu bairro. Tudo isso também é participar da política”, finaliza.
Foto de passeata nos anos 60 com cartaz do Ziraldo: Vai calar a boca da mmm...


“Eva Tudor, Tônia, Eva Wilma, Leila, Odete e Norma, 
mulheres do meu tempo, liderando uma passeata em 1968.
Minha maior produção são os cartazes de protesto, da
retomada dos sindicatos (as famosas Chapas Dois), dos shows estudantis, 
as camisetas, as marcas e slogans políticos que fiz às centenas, em preto e branco, 
durante vinte anos que se perdem por aí.
Essa foto resgata um deles: um símbolo para mim.” Portal do Ziraldo

 A mulher precisa reviver os anos 60 não só para independencia sexual, mas para uma independencia intelectual!

Mulheres Guerreiras!

O crescimento do número de mulheres no mercado de trabalho é um fator cada vez mais visível, e não só em cargos considerados inerentes às mulheres, mas está crescendo a quebra de paradigmas quanto aos cargos antes privativos de homens, no entanto a média salarial tem ainda permanecido baixa em comparação aos homens que ocupam a mesma função.

Infelizmente, vivemos numa sociedade machista, onde não parte dos homens somente, mas também o preconceito vem de muitas mulheres que na contratação de alguns serviços, preferem por homens, não acreditando na competência do gênero.

A mulher tem uma força que a faz ser uma vencedora por natureza, pois para ela não há obstaculos e sim oportunidades para demonstrar sua capacidade de superação. Ela trabalha, estuda, cuida da casa, do marido e das crianças, a sua jornada chega a vinte horas e ainda tem a capacidade de se dar ao luxo de nutrir os desejos e alegrias de seu companheiro.

No entanto, infelizmente essa garra é mais na vida profissional, pois muitas na vida emocional, na parte de relacionamentos não tem a mesma disciplina, mas esse não é o foco hoje, deixemos para uma outra oportunidade.

22 de set de 2010

Homem ficou dificil e a mulher fácil?

Hoje em dia se vive uma inversão de valores, e de papeis na guerra dos sexos.

As mulheres vão para caça nas baladas, e os homens são meras presas.

Li, recentemente, num livro que ensina algumas regras para conquistar o "homem perfeito" e lá a regra básica da conquista é você resgatar os valores da mulher, deixar-se conquistar e dificultar o acesso a sua pessoa, fazendo com que seja estimulado o instinto de caçador do homem.

E quando simplesmente começam a nos conquistar nós não suportamos, e ignoramos, não valorizamos o rapaz, só maltratamos, agora qual a razão dessa reação, qual o motivo para dispensar quem te deseja, quem quer te conquistar, quem tá buscando te amar?
Cheguei nessa semana, após uma decepção, a uma simples conclusão, dar chance a quem quer e a quem não quer dar tchau. A mulher se tornou fácil, vulgar, não deixa mistério, e homem interessante está dificil, peça rara. E este rapaz geralmente é aquele sem graça, o que vemos como um sapo, mas começo a ver que existe muito mais sapo disfarçado de princípe.

Aprenda a amar quem te ama!




Seduzindo com as mãos!

Uma mulher tem que saber seduzir um homem, há homens de todos os tipos, para todas as moças, das recatadas as sedutoras.
No entanto, em matéria de sedução, a mulher deve ser ousada, mas isso não quer dizer que ela deva ser vulgar, tem que ser atraente, mas não chamativa.
Entre todas as armas para sedução as mãos são as que podem dizer sobre a mulher, por isso você deve dar uma apimentada e usar tons que valorizem você, e o vermelho é o tom q não precisa de estação. ele é completo.